Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O fumo do meu cigarro

Apenas um outro blog

O fumo do meu cigarro

Apenas um outro blog

Próximos e afastados

Outubro 07, 2016

Bruno

Eu bem tentei manter a distância. Forcei-me a não enviar um pedido de amizade, mas tinhas que andarno Instagram. Sigo-te, ainda que não publiques fotografias. Seguiste-me de volta. Sorri. Tremi. 

 

Não importa o que tenha passado. Sonhei-te anos a fio. Estamos tão próximos. Estamos tão afastados. 

O único que amei, o único que não possuí. 

Não me dói. Já não me dói. O pior já aconteceu. Não te tira de mim, de dentro de mim, do meu coração, da minha alma. Nem noites de medo, nessas ruas. Nem estranhas perseguições. 

Tu és tu. E serás sempre tu. 

 

Posso desejar muitos. E nem te lembrar nessas horas. Mas sempre será tua, a minh'alma. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D