Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O fumo do meu cigarro

O fumo do meu cigarro

17
Mar17

Mudanças

Bruno

Já não tenho qualquer certeza do que disse ou não disse. Daquele texto que escrevi, face à uma tristeza e a uma mudança na minha vida, para muito breve: no fim deste mês, o café em que parei nos últimos dez anos, no qual tenho trabalhado nos últimos três (ou quase), vai mudar de gerência. Foi feito um trespasse, fazendo, assim, com que eu já não seja cliente das mesmas pessoas, nem sequer seu funcionário. 

Ainda que toda esta mudança esteja a ser processada lentamente, ainda que possa vir a ser algo bastante positivo, não está a ser fácil. 

As palavras têm-me falhado ultimamente. Não sei dizer ou escrever aquilo que sinto, porque não sei bem o que sinto. Uma espécie de nostalgia, misturada com melancolia, esfumaçadas em cigarros em exagero. São sorrisos regados de tristeza, dias de sol que parecem frios, piadas das quais me rio, sem vontade de outrora.

As mudanças nunca são fáceis: esta mudança será no meu local de trabalho actual, pelo que serei dos que sentirá mais os efeitos nefastos que ela provocará; senti-la-ei através dos rapazes e dos miúdos que param no café, que atendo e com quem me dou fora dali, que sentirão a alteração nas coisas.

A partir do dia 1 de Abril, sem que seja qualquer mentira, não haverá mais aquele ambiente já familiar, ainda que os clientes, à partida, se mantenham, ainda que as amizades que ali foram sendo criadas ao longo de dez anos, se mantenham... mas não haverá mais nada que sejamos nós, como fomos até essa data, que se aproxima demasiado depressa.

Não devia sofrer por antecipação. E não quero fazê-lo, daí escrever... Escrever bastante e quase sem qualquer sentido. Tal como tenho dito, não conheço as pessoas que para ali vão, não sei como querem lidar com aquilo, nem quanto tempo pretendem manter-me por ali, de modo que vou deixar as coisas correr, ver o que é e o que não é. Vou preparar a minha eventual futura saída ou falta de perspectiva futura, arriscando-me a levar comigo, os que ali se manterão depois de toda esta mudança. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D