Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O fumo do meu cigarro

O fumo do meu cigarro

06
Mar17

Mais um pouco

Bruno

Fica mais um pouco.

Aceita a minha silenciosa apreciação da tua presença. Aceita que eu queira mais de ti. Aceita que eu queira ver-te, sentir a maneira como olhas e como sorris, mesmo que seja pela estranha e improvável amizade.

Fica mais um instante. Aprecia a tua música ou a tua leitura, se não te chamarem para um jogo de cartas.

Fica só mais um pouco. Aproveita a companhia, o jogo ou a tua leitura, enquanto aproveito para me afastar, para fazer o que tenho a fazer, enquanto o meu olhar passa por ti, como por todos os outros, tentando perceber se alguém precisa de alguma coisa.

Fica só mais um pouco. Ou não. 

Escolhe o melhor para ti. Que a vida te sorria, mesmo quando esperas mais um pouco.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D